sábado, 18 de fevereiro de 2012

Samba

Ontem dissertei qualquer coisa, ao menos não engasguei.
Hoje aturei uns doze mais uns irmãos mais pequenos que quiseram ficar na festa. O mais novo, o Lucas, tinha três e uma desenvoltura de muitos mais. Mas quase cabia na minha mão, uma coisa muito estranha, estou desabituada de crianças tão pequenas. São frágeis, rápidas e esguias, fogem-me dos dedos sem eu dar por isso. Comi mousse de chocolate instantânea, uma perdição desde sempre, em pé de igualdade com os boca doce de caramelo. Deram-lhe um peixe que baptizamos de Óscar. Já tive mais peixes com o nome de Óscar, uma espécie de tradição familiar. Está na mesa da sala e nada desenvolto no meio de umas bolinhas coloridas. Não pára e julgo que estou a enlouquecer, enquanto em conjunto oiço o corso carnavalesco, lá fora, muito animado. Antes que tal maleita me aconteça, é melhor sair para sambar. Temos ambos queda para isso.

3 comentários:

  1. :):):) Fim-de-semana animado! :):)É por ser Carnaval ou houve aniversário?

    ResponderEliminar
  2. Foi a festa da criançada, que o pequeno fez anos segunda. O resto foi mesmo carnaval :):)

    ResponderEliminar
  3. Cuidado com os saltos altos :) a sambar :))))

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores