segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Partes de nós

Ainda me assustam os números apresentados no que refere à doença mental, com especial incidência nas perturbações da ansiedade e da depressão. Nem propriamente pelo facto do número em si, relevante, é um facto. Mas pela falta de acompanhamento adequado, como se a doença mental nem fosse digna do nome, quando esta se assume, nas devidas proporções, completamente incapacitante. A resposta do sistema de saúde a problemas físicos, concretos e inolvidáveis, pode ser fraca, morosa, mas existe. Na doença mental o processo é mais delicado. No encaminhamento deste tipo de doentes para o Serviço Nacional de Saúde, deparamos-nos com um conjunto de dificuldades sérias, que começam na burocracia do processo até ao tempo que demora uma primeira consulta, parecendo ninguém perceber, que a procura efectiva de um técnico por parte do doente, já surge, pela especificidade da situação, tarde. A posterior espera por um acompanhamento mais efectivo, pode levar meses, o que se traduz num período demasiado longo, para quem já está no limite.
No seguimento, consegue-se um acompanhamento esporádico, nada sequencial, e muitas das vezes, com uma terapêutica centrada única e exclusivamente em fármacos, umas vezes úteis, outras vezes dispensáveis ou insuficientes.
E assim se simulam curas, se mascaram problemas, e se fecham os olhos ao ser humano enquanto todo, erro crasso a que ainda assistimos hoje, no decorrer do séc XXI, como se determinadas partes de nós, não fossem realmente nossas, e fossem pertença estranha, despreocupada por parte de quem de direito. Falo na mente, que a ela me dedico, mas temos outras. Para o nosso Sistema Nacional de Saúde, também não temos dentes, por exemplo.
Parece-me bem.

2 comentários:

  1. É bem verdade! E vergonhoso! Acabamos, à pala disso, por ser um país de deprimidos e desdentados!

    ResponderEliminar
  2. Sobre o nome do teu blogue...
    Uma mulher não chora,só chora às vezes...E muito bem que lava a alma...
    Beijos*

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores