terça-feira, 24 de novembro de 2009

...

Não sei muito bem que pense. Alguém afirma peremptoriamente ter dito uma coisa. A outra pessoa vocifera que não ouviu, mas ainda assim, é enxovalhada, e apelidada de incompetente. De repente, Eureka. Lembra-se que afinal, disse sim, mas a uma outra pessoa, que não aquela. Assume que se enganou. Eu, por cá, não sei muito bem se sobressai mais a prepotência, se a honestidade final. Não deixando no entanto de sentir, que é por estas e por outras que não gosto de posições demasiado radicais. E de sentir ainda que, apesar de liderar, não gosto de posições autoritárias. Que a meu ver, não abonam nada a favor de quem as toma. Em situação alguma, e ainda menos, em casos como este. Eu, era menina para, no lugar da enxovalhada, ficar a modos que ofendida. A modos que muito ofendida. Coisas.

2 comentários:

  1. Eu tambem não gosto de "deixar créditos em mãos alheias", quando me enxovalham, têm que sofrer as consequências...tenho um grave problema com determinadas autoridades, e infelizmente é com o tipo de autoridade que mais floresce nes País á beira-mar plantado.
    :)

    ResponderEliminar
  2. Liderar não é fácil. Podes-se er autoridade mas o respeito écoisa dificil de alcançar e com esse tipo de atitudes é quase impossivel. Eu neste momento estou numa posição de liderança, mas preferia ser subordina. Prefiro ser mandada, mas bem...

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores