sábado, 28 de novembro de 2009

Chás e outras coisas.


Existem rituais que fazem parte de nós. Que podem ser o chá das cinco, o café da noite, o leite matinal. Ou ir mais longe e abranger pessoas e sentimentos. Tenho alguns desses. Hoje, foi dia de um. Este, especificamente, começou de há cinco anos a esta parte, no seguimento de tantos outros. Fazemos questão de o cumprir, e, coincidência, ou não, chove sempre. Diz ela que é para abençoar. Eu sou mais da teoria, que é por ser no tempo da chuva. Enfim, ideias. De qualquer forma, chova ou não chova, ano após ano, fazemos questão de nos unirmos, a celebrar uma data importante. Estes rituais, começaram em tempos longínquos, ainda de escola. Conheci-lhe outros namorados. Outros objectivos. Outras ambições. Acompanhei as escolhas, as desilusões, as alegrias. Ela acompanhou as minhas. Sempre tivemos rituais em comum. Uns mais triviais do que outros. O cinema à Sexta, ainda na adolescência, o café ao Sábado, no inicio da labuta. Os fins de semana fora, no calor dos primeiros namoros. Os jantares de fim de semana, quando vieram os filhos. As idas ao zoo, anualmente, na primavera, já com a pequenada. No fundo, mais não são, do que um pretexto para nos reunirmos sempre que nos apetece. Ou sempre que pudemos. Ou sempre que se proporciona. Os rituais são isso mesmo. Um hábito que nos faz felizes. E uma certeza apriori, de bons momentos.

1 comentário:

Deixar um sorriso...

Seguidores