sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Caminhos e assim

Ás vezes tem de ser. Mas confesso que me custa olha-lo nos olhos. Tudo porque não o sinto. Porque só sinto que vagueia por aí, e eu não gosto de sentir pessoas sem rumo. A minha veia profissional sente-se atingida, e com vontade de agir. De fazer com ele, o que faço com tanta gente, embora não fosse éticamente possível. Ás vezes sinto que não sou lá muito humana. Que sou uma qualquer espécie de gente estranha, que, por norma, arquiva o que lhe causa mágoa, e age como se nada fosse. Ele não é assim. Continua a impor mágoa no olhar. Ressentimento nas palavras. E vazio, muito vazio.
E independentemente de tudo, o carinho que lhe tenho, será eterno, ou próximo disso. Por estranho que possa soar a muita gente, gostava de o sentir em paz. Com caminhos, com vida. A paz dele, faz falta à minha. Porque na vida, quer queiramos quer não, estamos intimamente ligados a algumas pessoas. Que podem estar longe, perto, ou assim assim. Mas que fazem parte da nossa história, logo, serão sempre um bocadinho nossas. Podemos não ama-las, podemos não quere-las. Mas já amamos, já quisemos.
Nunca ninguém me confirmou tanto, a velha máxima que diz, que quem boa cama fizer, nela se deitará. E eu não queria nada esta confirmação. Até porque a vida é feita de dúvidas e coisas assim. E porque na minha, as certezas são tão poucas, que escusava de ter logo esta.

4 comentários:

  1. Podes crer... que máxima essa, nunca falha... nos meus "déjà vu" da vida, em todos os entroncamentos, quis sempre escolher caminhos assim, com ALGUÉM que quisesse acompanhar. Mais um texto que me faz pensar... ando a dever umas idas ao psicólogo(a), quem sabe se em vez de fazer escolhas em entroncamentos tenho de optar por fazer escolhas em cruzamentos.

    ResponderEliminar
  2. Não podemos salvar toda agente, ou achar que o conseguimos fazer. Por muito que queiramos

    ResponderEliminar
  3. Blue and Green, se achas que te faria bem, procura... Há quem tenha uma certa relutância, mas garanto que é infundada...

    ResponderEliminar
  4. Tem que ser cada um a encontrar o seu caminho, às vezes um empurrão ajuda, mas é preciso que se queira ser empurrado.
    :)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores