terça-feira, 10 de novembro de 2009

Desabafos...

E depois surgem dias, que não começam bem, e que terminam a roçar o assim assim, para não dizer, o mau. Quando questionamos coisas e posturas, que nos movem. Porque nos apetece seguir em frente, no fio condutor que nos guia, mas as dificuldades surgem a cada esquina, e apetece-nos fazer um reset, e recomeçar outro caminho. Ou melhor, não nos apetece, mas o tem de ser, ou o quase tem de ser, tolda-nos, com penas pesadas se não for como ele quer. Não gosto do sentimento de convicções abaladas. Nem gosto que factores que fogem ao meu controlo, me tentem castrar. Não sou muito boa resignada. E desta feita, tenho para mim, que também não irei ser. Mas hoje e agora estou no meu lado lunar. E só gosto dele cantado pelo Rui Veloso, ao longe, ou à distância de um CD. O meu lado lunar, aquele que me pertence, é tramado. Potente e perturbador. Não gosto dele. Afasto-o, normalmente com todas as minhas forças. Mas ás vezes, clandestinamente instala-se. Instalou-se. Espero que por pouco tempo.

1 comentário:

  1. Ás vezes precisamos de uns dias de lado lunar, para melhor apreciarmos uns rasgos de sol.

    Ás vezes também é fácil falar (como eu agora).

    :)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores