quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Divagações...

Na minha profissão lido com problemas. Das mais diversas ordens e origens. Já estive presente a sérias situações dramáticas, com desfechos menos bons. Directamente, nunca acompanhei nenhum que culminasse em suicídio. Mas poderá acontecer um dia. É uma problemática séria, de difícil abordagem. Os sinais, o que se pode dizer antes do acto em si. O que se pode fazer, a fim de o prevenir. Apesar de não ter experiência directa, julgo ser um tema por demais delicado. Primeiro, porque só uma situação de desespero extremo, nos pode levar a contrariar todas as leis da natureza. O instinto de sobrevivência, é dos mais básicos que nos assiste. A nossa auto-protecção, e defesa de adversidades potenciadoras de perigo. Um suicídio, é um estado limite. Sempre. Uma desordem total de ideias, onde o vazio se assume em toda a sua dimensão. Um vazio de tudo, um nada onde agarrar. O que faz pessoas chegar aqui, não se sabe ao certo. A mesma adversidade que leva determinada pessoa ao descontrolo extremo, poderá ser ultrapassável para outra, com diferente estrutura psíquica. A mim, e do que conheço de personalidades Humanas, parece-me ser sempre um desconforto profundo, onde nada aquece, onde nada apazigua, onde tudo perde o sentido.
Hoje, a vida perdeu o sentido a mais alguém. Conhecido de muitos. Como todos os dias perde para muita gente, incógnita. Não aceito que os chamem fracos. Serão desistentes, talvez, mas o nome aqui nem interessa nada. Se têm ou não esse direito, não sei. Pensando o indivíduo como Ser detentor de vontade própria, sim. Pensando como um Ser social, e interdependente, não. Mas enfim, são pensamentos apenas. Sobre um assunto demasiado sério e dúbio para se tecerem considerações muito concretas.

3 comentários:

  1. Olá... Sim, talvez um dia sentido a esse alguém, mas é se essa era a única solução que tinha e a que de (ou no imediato) lhe traria o sentido de um caminho com saída ? Julgo esta ser a maior dúvida desse alguém "post-mortem".

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores