sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Sonhos


Eu, CF, aquela que morre de medo de andar de avião, tive, por esta madrugada, um sonho a modos que bacano com um dito. Tudo muito bacano, com envolvência, companhia, destino, e tudo e tudo. Numa profissão onde os sonhos têm um papel fulcral, é em tom de graça que muitas vezes me analiso, sob influência das teorias que se debruçam sobre eles. Logo, este já foi analisado de trás para a frente e da frente para trás. Não retirei nada que não soubesse. Não me deu nada de novo. Talvez tenha somente confirmado as minhas mais intimas suspeitas. Não serviu de muito portanto.
Mas serviu para tornar, nem que fosse num sonho, uma viagem de avião, digamos que animada. E como é final de semana, cansaço que não se pode, frio de rachar, e etc e tal, animação vem sempre a calhar. Por ora, vou-me animar um bocadito ali no meio da papelada. Trago ainda umas gulodices, daquelas que não deveria comer, mas com as quais me vou deliciar já daqui a pouco. Também não devia ter sonhado com o que me povoou a mente esta noite, e sonhei. Faço tanta coisa que não devo, a dormir, e acordada. E ainda bem que faço. Tenho cá para mim, que se assim não fosse, isto por cá não teria tanta piada. Enfim, coisas.

3 comentários:

  1. Isso deve ser a tua personalidade forte a querer dar uma "sova" a esse medo. Sim, porque quem te lê, vem bem que não és das que desistem ou que te acomodas aos medos. vais em frente, lutas, dás a cara.
    :)

    ResponderEliminar
  2. O melhor mesmo, "é fazer a viagem de avião", não dizem que o sonho comanda a vida???

    ResponderEliminar
  3. O bom de andar de avião, disseste-o: o destino, a companhia, e o tudo-tudo. Isto é o essencial, o avião, é o acessório :):):)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores