quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Calhambeques e assim...


O dia está de um cinza prateado lindo de morrer. Hoje, pela manha, tive de dar um salto na oficina, porque a minha poderosa máquina tinha uma luz a acender. O meu Pai, aquele que está sempre na retaguarda, acompanhou-me, até porque, poderia necessitar do carro dele para vir trabalhar. Não foi necessário, tudo estava bem, e a luz já se sumiu. Nos entretantos, já no caminho, sou invadida intensamente, pela minha paixão pela condução. Estranha, vinda de alguém do sexo feminino. Uma paixão verdadeira, séria e fugaz. O meu calhambeque não me permite milagres, e costumo dizer em tom de graça, que ainda bem. O meu pé sofre de um qualquer mal, que quando pisa um acelerador de uma máquina potente, não mais se levanta. Ainda possuindo um calhambeque limitado, estes dias frios, que ironicamente me acalentam a alma, aliados ao meu querido Michael Buble e Nelly Furtando, a cantarem um Quando Quando Quando, em elevada sonorização no meu leitor de Cds, fizeram com que o percurso para o estaminé fosse digamos que, efusivo, e relativamente rápido. O pai, galinha como não há, logo após me largar, necessita de me dar um recado. Mal atendo, percebe que já não estou no carro, e sim no estaminé. Pronto. Já me valeu uma série de buzinões aos ouvidos, que se estenderam ainda à minha pobre mana caçula, que é tal e qual eu, e tal e coisa, e patati, patatá. Um querido, o meu Pai. E é só por isto que eu não tenho um Ferrari.
Para os curiosos, a foto lá em cima , é de Havana, Cuba. Onde existem os mais lindos Calhambeques do Mundo...

4 comentários:

  1. Os carros cubanos,são verdadeiros puzzles. Quase todos de origem americana,mas com os anos foram "kitados", com peças russas, por exemplo. Quanto ao resto, guiar um Ferrari com aquelas botas, as tais, não deve dar muito jeito, digo eu. Há que optar. :):)

    ResponderEliminar
  2. Então foste tu que ficaste com o gosto por conduzir que era suposto ser meu...

    ResponderEliminar
  3. Tem graça, eu também gosto muito de conduzir. Tenho alturas em que me apetece agarrar no carro e ir por aí à aventura, sem destino, só para conduzir estrada fora. Acalma-me.
    Cuba, principalmente Havana, é um autêntico museu de carros antigos, cada um mais lindo do que o outro :):)

    ResponderEliminar
  4. Também tenho um problem de coner a pressão do pé. Não tenho paciência para andar devagar. Estou como tu... ainda bem que não tenho um Ferrari. No entanto quem estiver disposto a fazer-me feliz pode sempre oferecer-me o Cayane ;)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores