domingo, 14 de março de 2010

Estranhos...

Oiço a frase, e quase tremo, tal a verdade que acarta. Nascemos a ouvir que os estranhos, são isso mesmo, estranhos. Devemos evitá-los, não lhes falar, não aceitar dádivas, rebuçados ou outros artefactos. A palavra estranho, é por si só, de conotação negativa. Estranho, é desconforto, é esquisito, é anormal. É algo que não é nosso. Talvez o cerne esteja aí. É tão fácil, desabafar com estranhos. Dizer-lhes o que nos vai na alma, mesmo o mais intrínseco, mesmo a arca escondida, mesmo o que mais nos dói. Razões, serão várias. Pode começar, pelo simples facto do estranho, passar por nós, e nada mais. Não mais o iremos ver, não mais lhe iremos falar. O segredo, esse, segue com ele para onde for. Que é longe, ou nem tanto. Não sabemos para onde. Por outro lado, não há censura. O estranho ouve-nos, pode até escutar-nos. Mas não nos conhece, não nos lê. Não nos vai nunca dizer grande coisa, pois só conhece o ali, e o agora.
Utilizo esta estratégia, e engraçado, quase sem dar por isso. Porque ás vezes, o meu íntimo é, também ele, estranho. Pouco me importa o que acham dele, mas não me apetece, por vezes, ouvir opiniões, que se sentem no direito de ser dadas. Por gentes que me rodeiam, e que fazem parte de mim. Fazem-no a bem, não duvido.
Como qualquer pessoa, ás vezes, não muitas, mas algumas, preciso de deixar sair a minha alma. Faço-o por norma com pessoas que encontro em meu redor, que não sendo estranhos, são quase. Porque eles, não são estranhos para mim, mas eu, sou estranha para eles, que já nada conhecem. E é isso que interessa. Ás vezes, fico a pensar no que pensam, se é que ainda o fazem. No que julgam aquelas cabeças velhinhas, dos disparates que digo. Está a brincar, pensarão elas? No final, sorrimos sempre. Elas para mim, eu para elas. No outro dia, está tudo igual outra vez.

1 comentário:

  1. Completamente! Falar com um estranho faz maravilhas à alma, principalmente porque quem nos é próximo raras vezes permanece imparcial. Nunca se limita a ouvir...

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores