segunda-feira, 22 de março de 2010

Revoluções

Estes primeiros dias de sol, têm um efeito um tanto ou quanto estranho em mim. Alegram-me, claro que sim. Mas despertam-me a minha energia a um estado limite. Não sou amante de acomodações, é um facto. Tento agir, seguir, impulsionar-me. Mas como em qualquer vida, de uma qualquer gente, tenho situações de adaptação e alguma resignação. Por factores impostos, onde me é limitado mexer. É na Primavera que a sensação de revolta acende o meu Eu. Como que uma vontade suprema de girar, mudar, seguir. No que posso, e no que posso um bocadinho menos. No fundo, julgo sermos todos assim. Talvez também por isso, nos revolucionamos em Abril. Ou então foi só uma coincidência.

1 comentário:

  1. A dúvida é legítima.
    Mas, se perguntar a alguém com a minha idade, com facilidade lhe explicam que foi só coincidência.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores