sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Mais do que fazer

Gosto particularmente de gente com ideias. Satisfaz-me ouvir criticas, quando no seguimento desperta algo de produtivo, alguma visão inovadora, uma vontade de mudança. Hoje vi um rol considerável sem nada disso adstrito, o que muito me encanita, para usar uma expressão com a qual simpatizo, e que vejo amiúde por aí. Gentes reunidas têm sempre um poder exacerbado, que pode ser usado no bom ou no mau sentido, mas nem sei porquê, o mau, com ou sem razão aparente, parece-me sempre vencer. O inicio da escola pode ser sempre um bom motivo para reunir gentes, e para ouvir línguas que se soltam, em crítica a isto ou aquilo, que são sempre mais do que muitas.
Intriga-me porém o silêncio destas gentes poderosas, quando se solicita algum voluntário para a Associação de Pais. Tanto, como me intrigou hoje, a encarregada de educação, bem a meu lado, que já tinha aponte um dedo ou vinte, a isto e aquilo, e que diz entredentes, aquando da convocatória para a Assembleia Geral, um É o vais, tenho mais do que fazer.

2 comentários:

  1. Tb adoro pessoas com ideias :) Mas acho que estás a levar as coisas demasiado a sério. Uma coisa que aconselho a todos os meus Amigos é que não se fechem numa côxa de egocentrismo e que se abram para o mundo exterior que há lá fora ;) bjs.

    ResponderEliminar
  2. É por essas e por outras que muitas vezes me sinto excluída desta sociedade, muitas vezes doentia...
    Na segunda feira vai ser a minha vez de assistir a coisas assim, na abertura da escolada I.

    Tenho pelo menos o fim-de-semana para me preparar
    ;)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores