sábado, 14 de janeiro de 2012

Estratégias

Por vezes existem coisas que não vemos. Mas quando permitimos que entrem, quando deixamos de lhe negar existência, ganham uma força bruta, quase avassaladora. Acompanhada de um sentir de que sempre existiram exactamente como existem agora, ou seja, existiram sempre muito, e por isso não percebemos como nunca as tinhamos conseguido ver claramente. Essa ausência pode ter o nome de negação, e é uma estratégia de defesa que nos ataca sem dó nem piedade.

1 comentário:

  1. CF, não consegui, após várias tentativas, comentar o texto Mãe. O écrã bloqueia e não saio dali. Então aproveito esta caixa aqui para dizer que subscrevo inteiramente a sua visão e já várias vezes dei disso conhecimento, em várias circunstâncias. Não, nem tudo se cria - eu, que trabalho com miúdos, vejo isso mt bem. É injusta e cruel a clivagem entre uns e outros - pois enquanto alguns têm condições várias que os permitem crescer em harmonia,e falamos de vários fatores, outros estão em grande desvantagem em relação a muita coisa... Há pessoas que, pura e simplesmente, não pensam, acham que amamentar, por exemplo, é máximo exemplo da boa maternidade...esquecendo tanta coisa que também faz um caminho equilibrado. Excelente reflexão.

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores